Retiros

RETIRO – UMA NECESSIDADE VITAL AO ESPÍRITO

O Retiro é considerado um afastamento temporário das nossas atividades para conversar com Deus e refletir sobre a própria vida. Refere-se a uma prática tradicional na história do Cristianismo e é vivamente recomendada pela Igreja Católica. Possibilita momentos de entrega e de plenitude espiritual que nos faz impregnados do Espírito Santo.
Os evangelhos relatam que antes de tomar decisões ou realizar atos importantes, Jesus se retirava para uma região montanhosa ou desértica, onde passava longos tempos de silêncio e de oração. Desta maneira escolheu seus seguidores mais próximos: “… naqueles dias subiu ao monte a orar, e passou a noite em oração a Deus. E, quando já era dia, chamou a si os seus discípulos, e escolheu doze deles, a quem também deu o nome de apóstolos”. (Lc, 6, 12-13)
Imitando o exemplo de Jesus, cristãos de todos os tempos se beneficiam deste exercício espiritual para fazer as escolhas certas rumo à felicidade pessoal e do próximo – exercitando o Amor e a Misericórdia de Deus que nos faz enxergar Seu agir a cada acontecimento que marca a nossa existência.
Um dos Pontos Concretos de Esforço das ENS é o Retiro, que acontece anualmente, para uma comunhão plena com Deus. É um momento de estar, de ser com Deus – “de jejum de palavras para ser fartura de escuta...” no deserto silenciado pela reflexão que nos privilegia ao esvaziamento de todas as coisas para nos preenchermos do amor divino.
O Retiro nos impulsiona ao recolhimento para sermos instruídos e capacitados ao caminho da santidade conjugal, através da escuta da Palavra que nos leva ao exame de consciência, acompanhado de orações que fortalecem nosso espírito à conversão “... e avivam em nós um ardor novo para a perfeição”.[1]
Nossa participação deve acontecer em casal, num clima de despojamento, abnegação, renúncia e humildade. Partilhando experiências e oportunizando-nos uma aproximação concomitante – com Deus e com o cônjuge – buscando o fortalecimento da nossa fé e uma melhor relação enquanto casal unido no amor do Pai.
É o momento de nos reabastecermos e nos fortificarmos como pessoa e como casal. Por isso o Pe. Caffarel atribuiu importância significativa ao RETIRO, onde marido e mulher, juntos, respondem ao convite: “Vinde vós sozinhos e descansai um pouco em lugar deserto” (Mc 6, 31). ...”Eu o conduzirei para o deserto e lhe falarei ao coração” (Os 2, 16).
Nesse contexto, observamos que o ambiente a ser realizado o Retiro deve ser bem escolhido, por se tratar de um espaço que possibilite momentos de oração com sacrário, considerando que o Santíssimo Sacramento não deve estar exposto, por exigir adoração permanente.
O alojamento deve ser em um espaço sem aglomerações, que possibilite o aprofundamento de reflexões para a descoberta sobre “...o valor do silêncio como condição para o recolhimento interior, para poder escutar a DEUS”.[2]
Portanto, o retiro é uma oportunidade para aprofundar a vida espiritual e de oração entre os casais das ENS. Neste sentido,  deve ser escolhido um tema e buscar aprofundá-lo. Deve evitar fazer do retiro um espaço puramente formativo, com variados temas e palestrantes.
Não considerá-lo como um “dever”, uma “obrigação” – mas uma prática, um exercício de espiritualidade de quem pretende alcançar a santidade no silêncio da oração, abrindo o coração à escuta da Palavra que nos leva a refletir com os “olhos de Deus”, esvaziando-nos do entendimento meramente humano.
Nosso propósito deverá ser o de ouvir mais e falar menos, deixando-nos abertos à escuta da voz do Espírito Santo que, de acordo com São João da Cruz – “Na medida em que o verbo cresce, a palavra se torna silêncio”.[3]
Portanto, o Retiro, enquanto PCE das ENS - ajuda-nos ao caminho da conversão que, pouco a pouco, vai transformando nossa vida de casal para o verdadeiro encontro com o Senhor, desenvolvendo a capacidade de vivermos o apelo do encontro e da comunhão que nos encoraja para a concretude da ajuda mútua, onde cada um faz parte do outro em Cristo.

Bazzy e Ailton
Equipe 01SMG - N. S. Rainha da Paz

[1] A. Tanquerey, A Vida Espiritual, 250. In: O RETIRO NAS EQUIPES DE NOSSA SENHORA – Super-Região Brasil.
[2] Bento XVI, “Audiência geral de 10 de agosto de 2011”. In: O RETIRO NAS EQUIPES DE NOSSA SENHORA – Super-Região Brasil.

[3] Carta Mensal 468, dez 2012, pp. 33-34



Abaixo as datas dos Retiros/2014 e fotos/informações de Retiros já realizados na Região Norte II:

 

- 10 a 12 de março (Local Monte Tabor – Icoaraci)

- 19 a 21 de maio  (Local Monte Tabor – Icoaraci)

- 15 a 17 de setembro (Local Monte Tabor – Icoaraci)

- 17 a 19 de novembro (Local Monte Tabor – Icoaraci)

 

- 05 a 07 de maio 2017 no Cenóbio;

- 22 a 24 de setembro 2017, no Cenóbio

 

- 26 a 28 de maio de 2017, Local: Casa dos Padres - São Miguel do Guamá-Pará.

 

- 21 a 23/julho      Centro Guadalupe - Bragança

- 20 a 22/outubro  Centro Guadalupe - Bragança

 

 

- 22 a 24 de abril

 

O quarto Retiro das Equipes de Nossa Senhora dos Setores A, B e C, de Belém foi realizado de 05 a 07 de setembro/2014 na Casa de Retiro dos Jesuítas, Ananindeua, e foi pregado pelo padre Lucivaldo, SCE do Setor A e das Equipes 13A e 14B.

 

O terceiro Retiro das Equipes de Nossa Senhora dos Setores de Belém foi realizado de 31 de maio a 1 de junho na Casa de Retiro dos Jesuítas, Ananindeua, e foi pregado pelo padre Thimóteo, SCE do Setor C e da Equipe 11C.

 

O segundo Retiro Anual de 2014 dos Setores A, B e C foi realizado no Centro de Formação Laranjal, da Diocese de Abaetetuba, de 16 a 18 de maio.

 

Os equipistas que participaram do segundo Retiro Anual:

 

O pregador do Retiro em Abaetetuba foi o padre Ederaldo da Mata Silveira, SCE das Equipes 07B, 09C e 10C.

 

O Bispo de Abaetetuba, D. José Maria, visitou o Retiro levando sua mensagem de incentivo ao amor cristão na vida conjugal.

 

Primeiro Retiro Anual dos Setores A, B e C, de Belém, de 14 a 16 de março, Casa de Retiro dos Jesuítas, Ananindeua, pregado pelo padre Lucivaldo.


5º Retiro Anual/2013 dos Setores de Belém, 22 a 24 de novembro, Casa de Retiro dos Jesuítas, Ananindeua.


5º Retiro Anual/2013 dos Setores de Belém, 22 a 24 de novembro, celebração pelo pregador, padre Marco.


4º Retiro Anual/2013 dos Setores de Belém, 20 a 22 de setembro, no Cenóbio, em Castanhal.


4º Retiro Anual/2013 dos Setores de Belém, 20 a 22/09 – Pregador, padre Adailson de Oliveira.


4º Retiro Anual/2013 dos Setores de Belém, 20 a 22/09 – Tema: “O poder do diálogo no matrimônio”.


Padres Raimundo Maués, SCE da Equipe 12B (Abaetetuba) e Roberto Cavalli Jr., SCE das Equipes 7A e 11A (Belém) concelebram no Retiro/2013 em Abaetetuba.


Padre Roberto Cavalli Jr., SCE das Equipes 7A e 11A (Belém), pregador do Retiro/2013 em Abaetetuba.


3º Retiro/2013 de Belém, em Abaetetuba, 31/05, 01 e 02/06, no Centro de Formação Laranjal.


O belíssimo Cenóbio da Transfiguração, local privilegiado para Retiros na Diocese de Castanhal.


1º Retiro/2013 do Setor Castanhal, dias 31/05, 01 e 02/06, no Cenóbio da Transfiguração. O pregador, Pe. Lucivaldo Silva, na quinta Meditação.


2º Retiro Anual/2013 dos Setores de Belém, 24 a 26 de maio. Pregador: Frei Avelino Pertile.


1º Retiro Anual/2013 dos Setores de Belém (março)



Participantes do Retiro em Belém fazem Via-Sacra, Gruta N. S. de Lourdes.



Retiro Anual/2012 das Equipes de Abaetetuba (junho)



4º Retiro Anual/2012 dos Setores de Belém no Cenóbio da Transfiguração, em Castanhal



Retiro Anual/2012 do Setor São Miguel do Guamá

 


Todos os direitos reservados @ENS - Equipes de Nossa Senhora